A crise apertou e você atrasou as parcelas do financiamento? Veja aqui como negociar dívidas de imóvel.

Todo mundo passa, pelo menos uma vez na vida, por uma dificuldade financeira. Essa pode ser resultado do descontrole no orçamento, da falta de planejamento familiar, da perda de emprego, entre tantos outros motivos. O problema é justamente o que está em jogo quando seu dinheiro aperta. Para quem investiu em uma casa ou apartamento e ainda está pagando, sentirá provavelmente o peso das parcelas, mesmo que antes elas parecessem mais tranquilas de serem pagas. Ainda assim, se atrasou, é possível negociar dívidas de imóvel. É ainda mais importante que você faça isso o mais rápido possível! Quer saber como? Veja abaixo.

Negociar dívidas de imóvel com o banco é o primeiro passo

divida imovel

As instituições financeiras sempre terão uma forma de negociar com você. Acredite, é importante para elas que você permaneça ativo e pagando seu débito, mesmo que de forma diferente daquela que acertou primeiro. Muita gente ainda tem receio – e de certa forma vergonha – de assumir seus débitos perante uma empresa, mas fazer isso é importante.


Vá até a agência do banco responsável pelo financiamento e veja quais as possibilidades de negociar sua dívida. Em alguns casos, as agências podem oferecer até um desconto, que sempre será bem-vindo. Mais importante, porém, do que receber essas propostas, é você já chegar para o gerente com a ideia de quanto pode pagar, para não acabar aceitando uma renegociação que lhe trará mais problemas daqui há uns meses.

Portabilidade de crédito imobiliário também pode ser a sua solução

Desde 2014 já é possível migrar o débito de um banco para outro, caso esse ofereça condições de pagamentos mais favoráveis. É importante ressaltar que, a portabilidade de crédito para quem quer negociar dívidas de imóvel precisa ser muito bem analisada. Essa ação levará você a ter outros gastos como cartório para registrar a troca, por exemplo.

A portabilidade também não permite o aumento do financiamento. O valor das taxas de juros aplicados nas parcelas é que reduz, nesses casos. Ainda assim, é preciso analisar, pois caso a redução seja menor do que 0,5% pode não valer a pena.

Abater dívida com o FGTS

negociar dívidas de imóvel

Você pode utilizar o seu saldo do FGTS para negociar dívida de imóvel em duas condições. A primeira é utilizar o valor do Fundo de Garantia como crédito total. Você manterá o mesmo prazo de pagamento do apartamento, mas isso o levará para mensalidades bem menores. É importante lembrar, porém, que o prazo para utilização de valores do FGTS para essas transações só é permitido a cada dois anos. Se você utilizou anteriormente o Fundo de Garantia, precisa aguardar o tempo mínimo para fazer isso novamente.

A segunda maneira de utilizar o FGTS para negociar dívida de imóvel é dissolver esse valor entre as parcelas já vencidas. A única condição é que você só pode quitar até 12 parcelas com o seu Fundo de Garantia. O valor do financiamento aqui não é mudado, você apenas quitou o que já estava vencido!
Agora que já sabe como negociar dívida de imóvel, qual é a forma que mais se encaixou em seu orçamento? Conta para a gente!