Minha casa minha vida acabou? Bolsonaro vai continuar com ele? - Minha Casa Minha vida Minha casa minha vida acabou? Bolsonaro vai continuar com ele? - Minha Casa Minha vida

Ouviu falar que o programa minha casa minha vida acabou? Que Temer vai cabar com ele? Contamos toda a verdade aqui e agora!

O Brasil está no meio de uma grande crise política atualmente. A presidente foi deposta por irregularidades, e a população anda com medo de perder seus benefícios, principalmente o Minha casa minah vida. Vamos explicar o que está ocorrendo, mas primeiro, entenda como funciona o programa.

O que é o Minha casa Minha vida?

Minha casa minha vida acabou

programa Minha Casa Minha Vida vem proporcionando moradia digna a milhares de famílias em todo o Brasil. São famílias de baixa renda, que oram em situação de risco e famílias que ganham até três salários mínimos.  Para que essas famílias possam adquirir o seu imóvel pelo programa é preciso que façam o cadastro junto ao Minha Casa Minha Vida e se enquadrem dentro dos requisitos necessários como: não possuir financiamento e imóveis no nome do chefe de família ou responsável que pretende se inscrever, não ter utilizado o FGTS para financiamento de imóveis nos últimos 5 anos, e não pode possuir restrições de crédito.


O que ocorre é que como a presidente Dilma foi impedida de continuar, há um medo da população se o novo presidente Michael Temer vai continuar com ele ou não

Minha casa minha vida acabou ou não?

 

Diante da crise econômica que passa o país, o peemedebista afirmou trabalhar para a produção de emprego e restaurar o equilíbrio fiscal. Uma das medidas já adotas por ele foi o  corte de ministérios.

Minha casa minha vida acabou

Segundo Bolsonaro, matérias como as reformas trabalhista e previdenciária serão levadas adiante. Para ele, é preciso  garantir o pagamento das aposentadorias, a  geração de emprego  e manter a sustentabilidade econômica.

O governo de Jair Bolsonaro (PSL) pretende diminuir o teto estabelecido para que as famílias tenham acesso à moradia pelo programa Minha Casa Minha Vida. O projeto garantia subsídio de até 90% do valor total do imóvel para famílias com renda de R$ 1.800, mas o valor deve passar para R$ 1.200, de acordo com o ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto.Na faixa 1 do programa, famílias com renda de até R$ 1.800 por mês podem pagar somente 10% do custo da residência, sem cobrança de juros. Segundo Canuto, o governo estuda restringir o acesso a este benefício para famílias com renda até R$ 1.400 ou mesmo até R$ 1.200. Os consumidores que ficariam de fora teriam de buscar modalidades do programa com subsídios menores.

Redução no orçamento

A redução do subsídio do Minha Casa Minha Vida não deve impactar apenas na falta de oferta de moradias populares, mas todo um sistema econômico que gira em torno da construção civil, aumentando ainda mais o desemprego. “Diminuir o investimento nessa área tem um efeito não só na geração de empregos da construção civil, mas uma cadeia produtiva que é longa, pois ativa a indústria de eletrodomésticos, de material de construção, e tudo está articulado na construção de uma unidade”, explicou Santo Amore

Conclusão

Pois é pessoal, espero que as informações tenham sido bem explicadas.

Já falamos em outro artigo, sobre os golpes no minha casa minha vida, sugiro a leitura do artigo.

Para mais informações, procure a caixa económica federal mais próxima de você!